revista piloto-experimental magazine-revista experimental
fredag, oktober 07, 2005

finalmente um revival com sentido. the beatles estão soando na rádio 3 hoje todo o dia. bom, pelo menos todo o período do dia em que escutei rádio hoje. nos outros dias, beatles soaram no meu ouvido como trilha sonora da jornada. o trem e a bicicleta e os pés como meios de transporte. here comes de sun.

falar em sun, o dia na rua está precioso. um céu azul limpo de qualquer nuvem, onde os aviões são a única alma viva visível (uma amiga holandesa comentava que o aumento dos vôos baratos tem contribuido para a poluição do ar, e cidades como barcelona certamente são das mais afetadas: não há um momento que não se veja um avião cruzando os céus. eu não duvido, mas ainda assim penso que é bom ter essa possibilidade de se mover. deixemos de ser cartesianos: o mundo é feito de contradições).

no mar estão os barcos. ao fundo, grandes navios transportam sabe-se lá o quê a mundos conhecidos pela televisão. mandam mercadorias e recebem pessoas. por ar, mar e terras. o imaginário está cruzado por essas conquistas, e outras das quais já não temos memória. cuaderno de bitácoras de las ciudades invisibles: bien, puede que sea cierto (...) quiero ver la utopia, quiero alcanzar el sueño en permanente fuga que vamos persiguiendo. seguimos navegando...(...)

o céu e a boca estão cansados de tanta sujeira. mas jericoacara foi minha ciudad invisible da semana. e esse cavalo amarrado em bicicleta é só uma das referências que me levaram até lá. uma outra foi a foto da árvore no meio da rua principal, com o cachorro sentado onde em outro lugar seria o sítio para uma rotatória, recuero de uma amiga do colega de trabalho. e a cotidiana são as garrafas de plástico acumuladas em todos os lixos, inclusive o lixo na beira da praia grande de jericoacara, cidade que recebeu a luz elétrica no ano de 1999, aproximadamente.

achtung, baby: esse post está publicado praticamente sem revisão. do português, nem se fale.

falar nisso, conhecemos a anlene demadrid e seu tourero, como ela diz, que na verdade se chama antónio (com acento?), e tem um blog ainda secreto. não tenho adjetivos para falar deles, ainda menos depois de acabarmos de os despedir. como o bom da vida são os recuerdos, não esquecerei o almoço dessa sexta-feira que deu o tom das sextas-feiras ideais. como diria o matuto capixaba, só tenho do que agradecer.



• BIO
• CONTATO

• archives ::::::.: .:.. . .
• marts 2002
• april 2002
• maj 2002
• juni 2002
• juli 2002
• august 2002
• september 2002
• oktober 2002
• november 2002
• december 2002
• januar 2003
• februar 2003
• marts 2003
• april 2003
• maj 2003
• juni 2003
• juli 2003
• august 2003
• september 2003
• oktober 2003
• november 2003
• december 2003
• januar 2004
• februar 2004
• marts 2004
• april 2004
• maj 2004
• juni 2004
• juli 2004
• august 2004
• september 2004
• oktober 2004
• november 2004
• december 2004
• januar 2005
• februar 2005
• marts 2005
• april 2005
• maj 2005
• juni 2005
• juli 2005
• august 2005
• september 2005
• oktober 2005
• november 2005
• december 2005
• januar 2006
• februar 2006
• marts 2006
• april 2006
• maj 2006
• juni 2006
• juli 2006
• september 2006
• oktober 2006
• november 2006
• december 2006
• januar 2007
• februar 2007
• marts 2007
• april 2007
• maj 2007
• juni 2007
• juli 2007
• august 2007
• september 2007
• oktober 2007
• november 2007
• januar 2008
• februar 2008
• marts 2008
• april 2008
• maj 2008
• juni 2008
• august 2008
• februar 2009
• august 2009
• november 2009
• december 2009


• ex-MACHINAS::::::::.:.. . .



‹ webdesign

blogchalk: Fernanda Zanuzzi/Female/26-30. Lives in Brazil/Porto Alegre/Bom Fim and speaks Portuguese, English, Spanish and a mica of Catalan. Spends 40% of daytime online. Uses a Fast (128k-512k) connection.


COPYLEFT CONTINGUT ::